Reflexão:

Na paixão da cruz, Jesus revelou um Deus apaixonado. Amar, às vezes, dói. O amor de verdade supera a poesia, o romance, a promessa; é o cumprimento no sangue, no gesto comprometido até às últimas consequências. Contemplando Jesus na cruz, aprendemos como viver apaixonadamente cada minuto, cada dia, cada instante de nossa vida.

Casais: A exemplo de Jesus, tomo minha cruz e decido viver apaixonadamente nosso relacionamento? Ou assumo a atitude de Pedro, fugindo das dificuldades na hora da provação? CMFSMR?

Sacerdotes e Religiosas (OS): A exemplo de Jesus, tomo minha cruz e decido viver apaixonadamente meu relacionamento com a comunidade? Ou assumo a atitude de Pedro, fugindo das dificuldades na hora da provação? CMFSMR?

ASN PÓS ENCONTRO – BRASIL